SOBRE MUDANÇAS INTERNAS E EXTERNAS


Como eu já disse a alguns posts atrás, mudanças para melhor são sempre bem vindas!

A gente se prende tanto a coisas materiais, em específico, ao cabelo, que a mínima mudança nele já é motivo para desespero. O cumprimento do meu, para mim, era relacionado mais com alto estima ~ admito ~, deixar ele longo me dava sensação de conforto e comodidade. Faz uns meses que venho pensando em cortá-lo (aos poucos fui aparando alguns cm para ver como ficava), fiz várias listas de prós e contras de como ficaria, pedi opinião das pessoas em que tenho total confiança, mas esqueci de levar em conta uma coisa: a minha vontade. Sim. O que eu realmente queria. E quando considerei isso, em menos de dois dias, cortei ele. Antes minha alto estima dependia do estado dele, no entanto, hoje me sinto feliz com ele todos os dias, em todos os tamanhos.

Sei que irão haver momentos que vamos nos sentir feias, que vamos pegar nós mesmas nos comparando com alguém, mas precisamos lembrar que toda beleza é única, que vai muito além do físico, que se sentir bem com você mesma é a melhor maquiagem e que não devemos fazer essas comparações. É como uma frase que li por aí dizia: a beleza do outro não significa a ausência da sua. E tudo bem.



Quando você está feliz e satisfeita consigo mesma, tudo fica mais bonito, inclusive seu cabelo. Quer um conselho? Se pensar em mudar, se reinventar de todos os modos, cortar o cabelo, executa! Faz isso. Não pensa muito, pois pensar demais faz a gente desistir. Só não se prenda a um cabelo grande ou a qualquer coisa que te impeça de querer ser/inovar quem você é. A vida é curta demais para não arriscar novas mudanças. Descubra novos modos de ser você!


E por último, uma dica: Se cortar, aproveita e doa, faça/deixa outra pessoa agora ser feliz com ele e seja feliz com seu novo visual.

Espero que tenham gostado desse post, compartilha suas metas e mudanças aqui nos comentários, vou adorar saber. Big Beijooos e até o próximo post

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.