MODA E CONSCIÊNCIA: DICAS PARA UM ARMÁRIO MAIS CONSCIENTE


Há alguns meses falei sobre moda consciente e como o consumo desenfreado prejudica o meio ambiente (clique aqui para ler), um assunto super importante considerando o grande consumo em massa dos dias atuais. Quanto mais você compra sem consciência, mais matérias primas são tiradas da natureza - e nem sempre repostas - ocasionando assim uma série de problemas , como: desmatamento e poluição, resumindo, um conjunto de coisas que, consequente ocasionam uma  destruição no ecossistema.

Em um mundo em que o consumo fashion vai contra a sustentabilidade, já que se produz muito em pouco tempo e nem sempre com uma boa qualidade, é importante quebrar esse ciclo vicioso de comprar roupas sem necessidade que tanto prejudica o nosso meio ambiente. Pensando nisso, criei uma lista que vai te ajudar a adotar e manter um armário mais consciente, então, vamos a ela:


Normalmente, quando vamos em uma loja só dar uma olhada despretensiosa, acabamos saindo de lá com roupas que sabemos que nunca irão ser usadas, acabamos gastando dinheiro atoa. Por isso, é sempre bom ir em uma loja tendo em mente o que você realmente necessita comprar e se vai usar. Uma dica bem útil e simples é se perguntar:  Eu preciso? Eu vou usar isso por muito tempo? Se alguma das respostas for um não, você já sabe o que fazer.


Parece besteira, mas ajuda muito. Na hora que for adquirir uma peça nova, pense nas que já possui e se pode combinar uma com a outra, isso evita que você compre algo que raramente vai usar por só ter uma ou duas peças que combinem e também vai facilitar na hora de escolher um look.


Básico? Boho? Girlie? Analise o seu gosto para evitar comprar algo que achou bonito, mas não vai usar depois. Uma dica legal é você criar uma pasta no Pinterest  e ir adicionando fotos de roupas que usaria e depois analisar o álbum, você vai perceber que elas acabam criando um padrão e descobrir qual o seu estilo.


"Compre menos. Gaste bem. Faça durar."
É importante também analisar a qualidade do que você vai adquirir. É aquela história: não adianta gastar pouco por algo que no final vai custar caro. Investir em, por exemplo, uma blusa - com tecido que você sabe que não vai durar muito tempo - só porque é barata não vai adiantar muito, pois no final você vai acabar usando poucas vezes e logo em seguida indo comprar outra, ou seja, vai acabar gastando mais e ajudando a produzir mais lixo. Melhor comprar pagar um pouco mais por algo que vai durar. Investimento a longo prazo.


Além de te ajudar a organizar, vai te fazer ter uma visão melhor do que você tem, te fazendo você não gastar em vão. Retire aquelas peças que não usa faz um tempo, nada de ficar acumulando, não é mesmo?


Essa dica é para complementar a anterior e como eu disse: nada de ficar acumulando. Além disso, você pode fazer uma boa ação e doar para uma pessoa necessitada. 


Compre em brechó. Já está na hora de quebrar o tabu de que "brechó só tem coisa velha", por lá você pode encontrar várias roupas em um ótimo estado e com o preço bom, além disso, vários brechós também vendem peças novas e fazem troca. Ou seja: brechó é tudo de bom, pois, tanto você gasta pouco com algo que vale a pena, quanto ajuda o meio ambiente não contribuindo para a produção de mais lixo.

Espero que tenha gostado das dicas e que as coloque em prática. Vai ver que com elas fica bem mais fácil organizar o armário. Que tal investir em uma moda consciente? Big Beijoooos e até o próximo post.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.